Espaço.Pub
Novo endereço, acesse… www.fernandopaes.ppg.br/blog

Apertem os cintos, a tranquilidade sumiu!

Hoje vamos fazer uma viagem no tempo… pra exatos 18 anos atrás.

É 1990. Ninguém nunca houviu falar em internet, computador apenas em grandes empresas, camera digital? Nem sonhando e celular? Começava a dar sinais de vida no Rio de Janeiro.

Bom, mas tudo isto ainda era muuuuuito caro para as pessoas normais, que só começaram a ter acesso a tais tecnologias anos mais tarde.

Como ainda estamos em 1990, somos pobres, eu te pergunto: Por que tipo de tecnologia estamos sendo influenciados? Vamos lá:

  • Jornais
  • Revistas
  • Tv
  • Rádio
  • Telefone

E só. Credo!

Voltando para 2007, podemos acrescentar nesta lista acima: Celular, Internet, PC, Palm, Tocador de MP3, Câmeras Digitais, Caixas eletrônicos, DVDs, etc… todos utilizados para tranferência de informações entre pessoas, além dos softwares e sites que nos fornecem diariamente mais informações do que qualquer outro veículo em 1990.

A tecnologia evoluiu mais na última década, do que em 50 anos antes. Evoluiu tanto, que os problemas já estão sendo sentidos pela geração atual de crianças.

Em vez de brincar de pega-pega, amarelinha, esconde-esconde… estão brincando com Playstation, vendo mulheres peladas na internet, assistindo big brother e gastando toneladas de dinheiro no big fone, se tornando impessoal (afinal, pra que encontrar os amigos, sair e ir passear se podemos ficar conversando no msn?).

Os problemas não atingem apenas aos mais novos, os adultos que passaram por essa mutação tecnológica e que infelizmente não acompanharam, estão fora do mercado e dificilmente irão conseguir uma vaga de emprego se não souberem mecher com Word, Excel, Internet, Windows, Impessoras, Scanners e etc. Coisas que, pra você leitor, podem parecer banais, são raras de serem conquistadas com pessoas acima de 55 anos.

Não basta você ter diploma de publicitário, se não souber mecher em programas gráficos avançados como Photoshop, 3D Studio, Illustrator, Maya, nem pense em conseguir um emprego em grandes agências da capital.

Antes, um profissional poderia dominar apenas o como produzir um tijolo, hoje se ele não souber fazer a argila, produzir o tijolo, fazer a logística da entrega, o cadastro do cliente e efetivar a entrega, adeus! Não serve para o mundo hoje. Além de saber tudo, realmente tudo o que está rolando pelo mundo, é preciso saber fazer tudo.

O que podemos esperar dos próximos 10 anos? O caus vai se instalar? Quem vai conseguir sobreviver?

As informações que recebíamos em 1990 por dia, devem ser correspondêntes ao que recebemos em uma hora ou menos hoje em dia.

Discorda? Concorda? Comente!

Abs…

%d blogueiros gostam disto: